13 de julho de 2010

Eu preciso.

Talvez eu seja apenas uma criança
tentando encaixar
a alma
no sono
para andar
 por aí
sem tropeçar.

14 comentários soprados.:

Helcio Maia disse...

E a alma cabe, perfeitamente, no sono e no sonho.

Emili disse...

Senti minha alma flutuar com tuas palavras e essa imagem.
Ficou lindo!
Beijo no coração

Refúgio da Alma disse...

Talvez eu também.

Valéria Sorohan disse...

Muito lindo, e foi a imagem que me chamou a atenção, coisa mais fofa!

BeijooO

disse...

Que lindo!! Adorei!
Bjos

Rico Salles disse...

Bonito mesmo, texto, imagem e som.

Pérola Anjos disse...

Onde há sonhos até os tropeços ganham leveza.
Lindo! BjsSs

Benjamin disse...

Você é criança na sua alma, na poesia, na vivencia, amizade, "insustentável leveza"

Jorge Pimenta disse...

conjugação imagem/texto perfeita!
talvez seja esse o desiderato último de cada um de nós: o reencontro com a essência virginal, o tempo da inocência e de uma pureza pueril que julgamos ser-nos retirada, em espectro de violação, à medida que avançamos na vida e nas decepções... já os heróis românticos assim faziam...
um beijo!

A Céu disse...

Nossa! Eu super preciso dormir nessa vida! (risos)

Beijo lindona!!

É assiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim, não esqueça!
Cheiros

Talles Azigon disse...

com toda certeza és uma criança eterna, todos nos poeta somos crianças eternas

Teca Eickmann disse...

Muito lindo. *-*
O totalmente verdadeiro.
Todo mundo ainda tem um pouco dessa criança em sí.

Beijos,
Teca Eickmann

Léo Santos disse...

Tentando encaixar a alma no sono... Bonito isso hein guria! Impressionante! Parabéns! Tentando encaixar a alma no sono... É...

Um abraço!

Renata de Aragão Lopes disse...

Talvez sejamos duas... : )

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."