29 de junho de 2011

Vamos terminar?


Inacabado,
é tudo aquilo que revoa na madrugada sussurrando
feito chuva fininha
que a gente não sabe se dorme, ou se olha.
Inacabado,
é tudo que vai pra terapia
o que nos desperta suada
num escândalo bonito de farra etílica.
Inacabado,
é tudo aquilo que ainda é
mesmo que fuja
mas grita ao mergulho da tinta na caneta.

10 comentários soprados.:

Michele P. disse...

O inacabado e o inexplicado sempre me causaram pânico! Gosto de reticências, mas busco os pontos.

Adorei a composição imagem/texto.

:)

Um abração

Lara Amaral disse...

Nossa, perfeito, Angélica!

Beijo.

Aclim disse...

Vamos porque está inacabado...rsrsrsr...

Bjx

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

E que no fim de tudo,
o próprio fim não exista...

Vida plena em teus dias.

Digo disse...

Inacabado é...
Você me chama...
Sem perceber vou...
Abro a porta...
Com furor
Beija-me
Leva-me escravo
Sutil me afoga
Pela mão do carrasco
Seu beijo acoite
Êxtase em mim cravado
O gozo é lamina na carne
Até ultima gota de sangue,
Agonizante "Jekyll e Hyde"
Lúbrico unido...
Amanhece horizonte
Desperta inquieta luz
Põe a mascara
Transfigura-se homem
Triunfante...
Que repousa em paz.

Paulo Sotter disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A.S. disse...

Perfeito! Belo poema...

Beijos!
AL

Paulo Sotter disse...

(correção) Seu blog é fantástico. Sua poesia lembra o grande Mario Quintana. Já estou seguindo. Muito obrigado!

Janaína de Souza Roberto disse...

Por vezes terminar é preciso!

Um abraço,
Nina

OceanoAzul.Sonhos disse...

Inacabado não sei, mas o que está presente é perfeito.
abraço
oa.s

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."