10 de maio de 2011

"O meu som, e a minha fúria"




Meu bem, talvez você possa compreender a minha solidão

O meu som, e a minha fúria e essa pressa de viver

E esse jeito de deixar sempre de lado a certeza

E arriscar tudo de novo com paixão.

   Belchior

2 comentários soprados.:

Hugo de Oliveira disse...

Gostei disso.

Miltextos disse...

E eu sou apenas um rapaz latinoamericano... Sempre emocionado com as palavras - as suas...

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."