16 de março de 2011

De conchinha



Quando

rio

contigo,

 eu

me

deixo

amar.

6 comentários soprados.:

Lupo disse...

Quando cede ao seu desejo, sinto sede da sua fonte. (Adoro essa figura de linguagem rs)... Lembrei de "Acho que a chuva ajuda a gente a se ver".

Bjo poesia!

OceanoAzul.Sonhos disse...

Lindo!

OA.S

Assis Freitas disse...

esse rio contigo não deve ser contido,


beijo

Refúgio da Alma disse...

Que postagem mais linda.

Adoro o RIO e amo aMAR.

Beijos

Domingos Barroso disse...

sutil e sensível
...

beijo carinhoso.

Luiz Felipe disse...

toc toc!! Posso entrar?
Está é a primeira brisa de muitas que soprarei nesse vórtice...
Adorei a postagem. Um cheiro gigante para você!

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."