14 de fevereiro de 2011

Ternura é coisa pura.


Quando a vida se torna demasiadamente violenta,
há que ter uma bocado de ternura.

[... coisa que depois de muito tempo
a gente possa olhar e sorrir,
mesmo sem saber por quê. ...]
Caio F.

8 comentários soprados.:

Helcio Maia disse...

Há que ter ternura... antes, durante e depois!

Pedro Gaivota disse...

Eis a materialização do meu projecto de vida.
Construir uma história que no final me permita olhar para trás e sorrir. Tal como na fotografia que postou...
Bela imagem para o dia em que se celebra o namoro.

Hugo de Oliveira disse...

Linda postagem...amei a citação do Caio.

abraços

may lu disse...

eis uma cena que comove...chego a sentir essa ternura na pele.
bjs

Chica disse...

Ternura faz bem SEMPRE!!! Precisamos exercitá-la!beijos,chica

F. disse...

Adorei o blog!
Parabéns... :)

Vou seguir...beijos


(http://uma-ideia-qualquer.blogspot.com/)

Lenita Vidal disse...

Olá amiga linda. seja bem vinda!
Que lindo aqui, me encontrei...
Inspiração, beleza, ternura, amor!
Beijos, tenha um dia colorido
Lenita Vidal

* disse...

Olá Angélica, descobri você agora e amei.
Hei-de voltar...
bjn no coração

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."