25 de fevereiro de 2011

Poema descalço

É o caminho que nos toca , ou nós que o tocamos?
E na busca de sentir mais...
...Até as calçadas ficaram descalças.

8 comentários soprados.:

Franck disse...

Quero tocar e ser tocado: sentir a textura, as cores, as rasuras dos caminhos...
Bj*

Ana SS disse...

Uau, imagem mais-que-perfeita.

dizcorra disse...

Boa!

Me "toquei" do jogo de palavras depois de ler umas 4 vezes.

Beijo!

Luanda Melo dos Santos disse...

A gente nunca está satisfeito não é, por hora eu penso que isto talvez seja um defeito. Noutra, acredito ser qualidade, ao menos a gente não fica parado, sempre buscando melhoras, no bom sentido do viver.

Beijos flor, vem em visitar!!!!

Xêru!

Lara Amaral disse...

Acho que preciso de um caminho que me carregue...

Lindo escrito, moça bonita!

Beijo.

MOISÉS POETA disse...

Salva-se tudo , nessa serena ambiguidade...!

um beijo!

José Carlos Brandão disse...

Gostei do seu poema descalço.
Vontade de tocá-lo com os pés (descalços).
Vontade de tocá-lo com a alma.

A foto já é pura poesia.
"É o caminho que nos toca,
ou nós que o tocamos?"
Eu, por mim, sinto-me tocado por esse poema.

Beijos.

frô disse...

Querida, minhas asas não ruflam no seu blog; ele me acolhe de tal forma que sinto-me flutuar.
Peço-te permissão para republicar este poema num blog de q faço parte (com seus devidos creditos, claro)... ja que muito me lembra uma amiga integrante daquele blog... se possivel, me escreva autorizando ou nao: frozinhadocerrado@gmail.com

beijos floridos e perfumados

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."