11 de novembro de 2010

Segu(indo)

Mesmo assim, eu segui.
Sempre enxerguei além...
Além dos muros, dos olhos, dos espelhos, das distâncias e das placas. 

8 comentários soprados.:

Refúgio da Alma disse...

... E das aparências.

Você é realmente ímpar.


Um cheiro.

Rob Novak disse...

Às vezes, o que nos bloqueia o caminho é algo absurdo, e mesmo assim não paramos para pensar que é nessas horas que enxergar além é o que deve ser feito.

Tomara que a menininha tenha amarrado o cão na bicicleta e tenha saído feito louca em direção ao mar, pedalando sobre o gosto da singela desobediência.

Bjo

Lídia Borges disse...

O sentido que as coisas não têm, não pode ser de sentido proibido.

L.B.

EDER RIBEIRO disse...

Há tantas regras que nos esqueçamos da regra principal: viver. Bjos.

Pérola Anjos disse...

Olhar a vida nos olhos, com outros olhos, todos os olhos...

Beijos, querida!

Laércio Neto disse...

Enxergar além dos espelhos também é fundamental ! Vide- " Será que há um "homem" mais bonito do que eu ?"

Eduarda disse...

Angélica,

Teus pensamentos me fazem sair deste espaço.

bj

dja disse...

ola Angelica, sempre seguir apesar dos obstáculos.
Vc me permiti colocar esse post em meu blog? colocarei com seu credito bjokasss, se cuida e ótimo final de semana.

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."