9 de novembro de 2010

Que elas nos ensinem e que a gente aprenda.


"Concordo que os mais felizes
 são exatamente aqueles que vivem sem pensar no futuro,
 como as crianças, passeando, despindo e vestindo suas bonecas;
 aqueles que rondam respeitosamente
em torno da gaveta onde a mãe guardou os doces e,
quando conseguem agarrar, enfim, as cobiçadas guloseimas,
 devoram-nas avidamente e gritam: 'Quero mais!'
 Eis as criaturas felizes!"

9 comentários soprados.:

Eduarda disse...

Angélica,

De todo as crianças são os seres mais puros. Mas depois penso nas outras e volto-me para a revolta.

Desculpa o desabafo.

bj

Benjamin disse...

Criança e suas pequenas indagações, puras, sinceras. São anjos disfarçados de gente.
Abraços.

e.deamici disse...

Achei tudo lindo, mas a foto em especial me fez lembrar o embalo dessa música:
Bruno Mars - just the way you are

Beijos

MOISÉS POETA disse...

AS CRIANÇAS SEMPRE ME ENSINAM LIÇÕES DE AMOR...

VOCE FOI MUITO FELIZ NESSA SUA POSTAGEM, ANGÉLICA !

BEIJO-TE !

Miltextos disse...

Aproveitei a volta das férias para reler Vórtice. Sempre com a delicadeza que tuas palavras emanam. Também mergulhei no leiaute. Lindo. Conta: de onde vem tanta poesia? Se a palavra não tivesse sido um tanto banalizada, não teria nenhum pudor de declarar: você é chic! Quanto às crianças, sou um eterno aprendiz e com elas aprendo demais...

Colecionadora de Silêncios disse...

Menina, nem me fala!

Que saudade de ter esse desprendimento das coisas da vida... ai que tempo feliz! :)

Amei sua postagem!
Beijos

Franck disse...

Eu quero mais textos simples e que tocam o coração, como esse! Minha porção criança sempre quer mais!
Bjs*

Rob Novak disse...

Dessa tenra idade, só nos resta o grito "Quero mais!". O problema é que perdemos a inocência do presente, maculando-o com a obrigação de se preocupar com o futuro.

Bjo

Paulo C M Fernandes disse...

Obrigado por colorir este Mundo/Blog com tanta sensibilidade. Suas cores são belas, suas palavras encantadas.
A respeito desta sua postagem, ouça a canção "Que as crianças cantem livres" de Taiguara.
Um abraço. Paulo.

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."