15 de setembro de 2010

A maternidade

"A maternidade, à semelhança da arte,
 é como encostar o ouvido na porta fechada do mistério.
Sentimos ternura e medo
quando essa nova criatura domina a nossa vida,
 inunda os espaços, tolhe a liberdade,
 colhe os frutos do tempo e da paciência - e no entanto
não poderíamos mais viver sem ela."



Lya Luft

1 comentários soprados.:

Saulo Taveira disse...

Maternidade e arte, me sinto parindo criações. E me sinto também libertando-me.

Beijões.

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."