14 de setembro de 2010

Inominável

Já não sei que nome dar,
ao que vai e permanece pelo mesmo motivo.
[alguma sugestão?]

13 comentários soprados.:

Rodrigo Braga disse...

Lindo, direto e intenso!

Belíssimo post!

Simone Aline disse...

Ah, se eu soubesse amiga... ai,ai...
bjs

Jacson Faller disse...

Οὐσία...

Domingos Barroso disse...

Eis a tua íntima
e louvável adoração.

Carinhoso beijo.

Encantadora de Abelhas disse...

Oi Angélica!
Tenho duas sugestões, rsrs
Rotina? Comodismo?!
Bj

Erica Vittorazzi disse...

Não gosto disto, ehehe, não saber dar nome para aquilo que estou sentindo. Parece coceira, hehe.

Luciana Klopper disse...

Eu acho insegurança? Duvidas?

e.deamici disse...

Tantas coisas me vieram a cabeça. Tantos nomes, sentimentos..
Por exemplo: Tua escrita. Ela vai quando tu permite que ela saia em teus poemas, mas ela ainda permanece dentro de ti pq o mesmo bem que ela faz aos que leem ela faz a ti tbem.
Será que me fiz entender? rsrs
Beijoos e saudade!

Zatonio disse...

Eu sei: talento e sensibilidade...

poetik disse...

Desassossego...

Apesar de abrangente sempre reduz as opões


kiss

Denise Portes disse...

Indispensável?
Quando a gente não consegue deixar que permaneça é porque ainda não fechou o ciclo, né?
Beijo
Denise

Talita Oliveira disse...

Que blog lindo! *______________*
Simplesmente AMEI!

ESTOU SEGUINDO-TE!

Beijos!

MOISÉS POETA disse...

é essa duvida que vai inundar voce de poesia...!

um grande beijo!

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."