25 de setembro de 2010

Incomensurável




"ao te adorar



não sei mais se tens



corpo ou altar..."

6 comentários soprados.:

Gilmar disse...

Que perfeição de sintonia! Imagem e texto belíssimos! Dá vontade de ficar apenas contemplando, sem nada precisar dizer... apenas contemplar e deixar fluir toda sorte de sentimentos recuperados!

Carinhoso abraço, Angélica!

e.deamici disse...

Nooossa!
Que maravilhoso!

LUmeNA disse...

Olá querida!

Estou de acordo com o Gilmar!

Fiquei contemplando e busquei todos os sentimentos.

Maravilhoso entrar aqui!

Be:)os,
Lumena

O gerente disse...

adoração divina essa... digna do que é sagrado e ainda assim permitido aos mortais. Beijos moça. Adorei sua visita.

Gilbamar disse...

Uma belíssima poesia e tanta ternura com tão poucas palavras. Aplaudo de pé.

Abraços poéticos de Gilbamar.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Inspiradíssima, Angélica... singeleza e beleza lado a lado... poético de vera... ;)

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."