18 de agosto de 2010

Cala.frio


Quando as distâncias me respiram,
fico congelada de quietude.
Hoje caberia ancorar um abraço.
Um abraço que acomoda até o não dito.
Do tipo que se entende a mensagem,
sem precisar mandar recado.


Faz frio aqui.
Se não puder ser abraço,
serve beijo quente no coração.
E porque não?

24 comentários soprados.:

Lily disse...

Pois eu envio o meu abraço pois sinto hoje o mesmo que você.
Sinta-se abraçada por mim.
Hoje, quero também a quietude.
Ao sair daqui, vou me encostar num sofá e descansar em mim mesma e de mim mesma.

Beijos!

P.S.: Eu senti calor ao escrever o texto. Uma quentura!... Risos.

Lis disse...

Obrigada pela visita ao meu blog querida!
E que bom que você passou por lá, assim pude conhecer o seu espaço, e já armei acampamento por aqui viu?
Amei tudo aqui.
Beijos meu.
Lis

Lua Nova disse...

Pois hoje estou congelada de quietude.
Teu poema me encantou, se misturou com meus sentimentos e as palavras se aconchegaram em meu peito. Lindo! Me fez bem.
Obrigada, Angélica, pelo carinho lá no Chocolate. A solidariedade é um beijo na alma de quem se sente só.
Beijos.

Lua Nova disse...

Ah! Esqueci de dizer. Seu blog é encantador e é gostoso estar por aqui. Seus textos me impressionaram e tocaram meu coração.
Não posso perder mais nenhum.
Beijos.
Seguindo...

B. disse...

E porque não?
Sinta-se abraçada por mim, mesmo de longe.
Sabes bem que quero teu bem.
Muita paz.

Ricardo Leitão disse...

Bah... e é bem esse tal de beijo no coração. Mas não é qualquer um que o consegue dar.
Que teu dia esquente.
Se soubesse o frio que faz por aqui.. hihi
Um Beijo macanudo pra ti!

Ana Paula Duarte disse...

O frio e a dor congelou meu coração, não tenho coragem pra deixar que alguém esquente-o, mas, esses teus versos me encorajaram!
Linda poesia, nela há vida!

ESTOU EM WWW.ANACONFABULANDO.BLOGSPOT.COM
Visite-me!
Abraço!

Domingos Barroso disse...

Abarcar com toda doçura
uma alma trêmula:
febril ao que sente.

Carinhoso beijo.

HSLO disse...

demais...o beijo seria o necessário...mesmo.

abraços

Hugo

wcastanheira disse...

E passar aki tb, seu espaço é um dengo, acho q vc merece bjos, bjos e bjossssssss

Aline disse...

Oi Angélica!
Depois de muito fuçar consegui achar o link para comentar, rs!

Muito obrigada pela visita e pelo carinho... gostei dos seus textos, vc escreve muito bem!

E Carpinejar veio muito a calhar...

Beijos

Pérola Anjos disse...

Em dias frios e de chuva os sentimentos parecem ganhar superpoderes: a carência grita, a saudade lateja, o coração range os dentes, o sangue vira brasa. É fogo!

Beijos!

Luciano Azevedo disse...

Angélica,
agradeço a visita. Estou por aqui... Lindo poema. Voltarei em breve para ler os demais. Gde beijo.

Pia Fraus disse...

Adorei seu blog, menina! é fantástico! coisa boa é estar por aqui!

até

Emili disse...

Se eu pudesse te dar esse abraço que fala sem nada precisar ser dito, eu não mandaria esse recado. Mas como um extremo separa nossos braços, mando nos ares um beijo em teu coração.

Cheiro :)

nydia bonetti disse...

Aqui também faz frio. Sem abraço, sem beijo, sem aperto de mão... Só mesmo apelando pro meu chazinho de hortelã. :) Lindo, Angélica. Bjo.

aluisio martins disse...

e calado está o frio que arrepia alma na calada da noite descalça da vida...
lindo poema

JEYSON MESSIAS RODRIGUES disse...

Há silêncios que falam... há sons que aquecem... e há ausências que congelam. Belo texto, moça.

Robson Ribeiro disse...

"Hoje caberia ancorar um abraço."

Adorei o poema, e sobretudo este verso...

Beijo.

J.R disse...

Caramba!!!

Não tinha lido esse texto... Tudo a ver com o meu né?

Frio doido esse...

Mas eu gosto, adoro frio, apesar do joelho reclamar.

*** Cris *** disse...

Hum...Beijo quente no coração, td de bom!!!

Cantinho She - Sheila Mendonça disse...

Beijo, beijo Lindona, amei a fotinho nova no seu perfil... ;)

Cadinho RoCo disse...

Se ao invés de abraço serve beijo ao invés de só beijo ofereço abraço e beijo.
Cadinho RoCo

Refúgio da Alma disse...

Então sinta-se de coração beijado.
Beijo quente!

Agraço querida Flor.

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."