21 de julho de 2010

Hoje sinto-me assim...


..Agora é de novo madrugada.


Mas ao amanhecer eu penso que nós somos os contemporâneos do dia seguinte.


Que o Deus me ajude: estou perdida.


Preciso terrivelmente de você.


Nós temos que ser dois para que o trigo fique alto.


Estou tão grave que vou parar _


Nasci há alguns instantes e estou ofuscada


Os cristais tilintam e faíscam


O trigo está maduro: o pão é repartido


Mas repartido com doçura? É importante saber


Não penso, assim como o diamante não pensa


Brilho toda límpida


Não tenho fome nem sede: sou


Tenho dois olhos que estão abertos


Para o nada


Para o teto


Vou fazer um adágio


Leia devagar e com paz


É um largo afresco.


Nascer é assim:


Os girassóis lentamente viram suas corolas para o sol


O trigo está maduro


O pão é com doçura que se come


Meu impulso se liga ao das raízes das árvores...


(Clarice Lispector)

9 comentários soprados.:

Jefferson Bessa disse...

Experiências que nos levam às raízes
de tantas coisas...
Muito bonito, Angelica!
Beijos.
Jefferson.

Pérola Anjos disse...

É sempre um afago para os olhos e, principalmente, para o coração, sentir as palavras suculentas e esplendorosas da Clarice.

Ah! Coincidência ou não, lilás é a cor que me encanta também. Acredito ter sido atraída para o seu blog por causa dela, mas fiquei pelo conteúdo, que me encantou tanto quanto.

Beijo doce e seja muito bem-vinda!

João Sobreira disse...

Clarice é sempre Clarice!
Engraçado é que eu não conhecia esse texto, mas assim que comecei a ler foi a primeira lembrança que me veio: Clarice. Não me surpreendi quando cheguei ao final.

Beijos, Angélica.

Ribeiro Pedreira disse...

Clarice é pão que se devora com brandura.

MAILSON FURTADO disse...

Belo blog, bela postagem...

Muito bom seu trabalho!!!

Parabéns...

Conheça:
http://mailsonfurtado.blogspot.com

Vera Y. Silva disse...

Tu estás em mim como eu estive no berço
como a árvore sob a sua crosta
como o navio no fundo do mar

Mário Cesariny

Assis Freitas disse...

clarice e girassóis e ausências, um clamor na página,

beijo

Nadine Granad disse...

Reler "Água Viva" tem sido árduo!...

Linda citação e seu espaço está tão belo quanto!...


Abraços carinhosos =)

LUmeNA disse...

Muito bonito, Angélica!

São experiências quer marcam uma vida. Teu espaço é lindo!

Be;)os,
Lumena

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."