20 de março de 2011

Comum?


Comum? Não, nem um pouco. Comum é o que vejo diariamente na rua e não me chama atenção, comum são os rostos que passam por mim e não percebo, já a ti, procuro ver sempre que possível . Porque pra mim, não há nada de comum em ti.

Todas as tuas palavras sentidas eu adoro ler.

4 comentários soprados.:

William disse...

Algumas sombras não passam despercebidas. Isso é fato.
Se não fizer sombra, fica na memória.
Beijo e bom domingo.

Callie disse...

'comum' é o dia -a- dia sem tua presença =)

Que espaço mais delicado Angélica..
feliz por tê-lo encontrado.
Espero voltar mais vezes para ler-te..

beijo meu'

fernanda disse...

Nem em ti.

Palavras escritas com perfeição são assim: Nos fazem sentir, nos tocam o coração, torna perceptível nossa emoção.

Comum seria pouco para o que queremos viver.

Um cheiro.

OceanoAzul.Sonhos disse...

É muito bom quando podemos descobrir sempre algo de novo no outro. Quando tudo se torna comum, a nossa emoção esmorece.

Abraço
OA.S

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."