3 de março de 2010

Sem cota/dia

Um corpo que sorri.
Sorri em permanência de afeto e mobilidade de delicadeza.
Uma emoção pelo avesso...Exposta!
Mãos que podem tocar pela escrita, música e tato.
Um fôlego pelos poros...
Um desejo pelos olhos...
Busca e encontro. 
Há uma distração preferida em meus pensamentos.
Que não tem cota/dia.
Chega e se instala no espaço reservado à alegria.

* Tenho certeza que isso já se percebia...

11 comentários soprados.:

Marcelo Mayer disse...

a vida é um roteiro

Felipe A. Carriço disse...

Chega, se instala e logo vai embora, levando consigo a alegria.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Distração dos pensamentos que te leva à alegria [ocupando o seu espaço] - antegozo da felicidade porvindoura [não aquela utópica, plena], a das coisas comuns e risíveis do dia-a-dia, a das pequenas coisas da vida...

Belíssimo poema...

;)

Maria Bonfá disse...

lindo poema..adorei.. beijão








..

WiLL (Tanti Moksha) disse...

Hoje em dia é dificil ser assim...

só ligando o mecanismo ignorar para poder ser livre para sorrir se ser verdadeiro...

e isso é triste...

Valéria disse...

Um sorriso baixa a guarda das pessoas e elas muitas vezes ficam sem saber como agir.
Sorrir rompe barreiras, aguça a visão interior, é isso!

BeijooO'

Breno disse...

"Com você me sinto bem.."
Beijo, abraço e cheiro :)

Jefferson Bessa disse...

Mmomentos que não esperamos. Chegam de repente e se instalam. Passam e são fantásticos.

Abraços.

Jefferson.

Luciana Klopper disse...

Amiga, escreve um livro!

@vitinhobinho disse...

Completando o que já foi dito.. A vida é um roteiro da vida. Parabéns pela sensibilidade verbal querida. Adorei aqui

Valéria disse...

Obrigada pelo selo, aceito de coração.

BeijooO' e bom final de semana.

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."