31 de março de 2010

Reverberando

A minha alma na cabeceira sussurava baixinho:
As chamas das velas intáctas, arderão por toda vida,
mesmo sem nunca acender.

2 comentários soprados.:

Leonardo B. disse...

[a brisa que sopra cá dentro é que vem, por vezes, dum sitio desconhecido... apagando num sopro apenas, todos os lumes do mundo]

um dez cem meus abraços, Angélica

Leonardo B.

A Céu disse...

...Por toda vida existirão ardores a espera de alguma faísca...

Beijos e cheiros!

É lindo demais!

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."