7 de março de 2010

Quietude

Mas já que se há de escrever, que ao menos não se esmaguem com palavras
as entrelinhas.

Clarice Lispector

11 comentários soprados.:

Franzé Oliveira disse...

Bom dia menina.
Forte a foto.
Intensa a Clarice.
Sempre com um desejo permanente.

Beijos.

Olavo disse...

Onde em geral nos lemos e vemos..
enterlinhas

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Espiando cá... ;)

Leonardo B. disse...

[nas mãos mais sólidas, rudes ou delicadas, enrugadas ou lisas como mares rematados por asas de anjo, podem germinar e ganhar vida as palavras, e as suas gémeas, as pausas e entrelinhas; não são as mãos que decidem a palavra, mas o sangue que as alimenta que as engrandecem ou não!]

abraçimenso, Angélica

Leonardo B.

Os intrigantes pensamentos da Lud disse...

Amei a foto! Impactante!
Sobre a Clarice, tudo q ela escreve nos faz refletir: o que maravilhoso!

*Obrigada pelo comentário lah no blog! Meus selos são compartilhados com meus leitores: sem eles, nada seria possível, nem mesmo a inspiração!
Abraços!

Luciana Klopper disse...

Nas entrelinhas as pessoas se enganam e nos enganam tb!!!

Mariah disse...

é justamente na "não palavra" que eu encontro as maiores mensagens de Clarice.

Valéria disse...

nas entrelinhas estão mensagens escondidas, textos ou até mesmo num olhar. Precisam de espaço.

BeijooO'

antonioanderson disse...

É nas entrelinhas que a imaginação toma conta.

Parabéns pelo Blog.

Elzenir Apolinário disse...

Angélica, parabéns pelo dia das mulheres. Sejas sempre assim, traço de ternura, de desabafo e de força. Bjs

A.S. disse...

Nas entrelinhas, muitas vezes, é onde circula a seiva do poema...

Um abraço
AL

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."