4 de fevereiro de 2010

Lado a lado

Sente-se ao meu lado e compartilhe... Compartilhe desse café quentinho e desse colo, que até parece um ninho. Compartilhe da sensação, de que você pode ser o seu melhor e o seu pior e isso não fazer a menor diferença... Compartilhe à música que nunca calou e o dengo que nunca mudou. Compartilhe comigo os seus trovões... Compartilhe seus medos e temores, porque isso também é parte dos amores. Compartilhe a conjugação dos melhores verbos... Compartilhe o que só a intimidade proporciona e que por isso, emociona. Compartilhe todos os cheirinhos... Compartilhe à vontade de afagar e também de ficar. Compartilhe os abraços acor[dados]... Compartilhe o seu hoje e tudo que você deseja, mas por favor não deixe de sentar-se à mesa.

* Não deixe o café [e todo resto] esfriar.
A cadeira ao meu lado está vazia, você quer sentar?

13 comentários soprados.:

Andrea Mari disse...

Que delicia de texto, cheio de afagos, dengos e preciosidades, deu vontade de tomar este café, vou sentar ao seu lado...bjosssss

cantinho she disse...

Sensacional! Delícia de texto mesmo, tanto quanto um café fresquinho. Amei!
"Compartilhe seus medos e temores, porque isso também é parte dos amores."
Amei tb essa frase e é nesse momento que descobrimos se um amor é de verdade... ;)
Beijocas e mais beijocas, Lindona!

Tanti Moksha disse...

O aroma deste café chegou até a minha casa...
Vamos compartilhar estas palavras...
Vou logo me sentando porque o café esta esfriando...

adorei compartilhar deste café!
Beijão!

Breno disse...

Mais uma vez impressionante!
Bjos!

Anônimo disse...

Meu café nunca mais esfriou desde que os bons ventos bateram na minha janela. Entraram e ocuparam uma parte ENORME no meu quarto verde.
Faço desse texto (belíssimo) minhas palavras, compartilhemos a vida, a poesia, a música, a natureza... e tantas outras coisas que ainda iremos descobrir. Agora que me sentei, tenho certeza de que temos uma longa jornada cheia de pétalas de flores pela frente. Beijos doces e repletos de muito carinho.

Céu

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Que texto pleno.
Quanta ternura e afeto em palavras,
que nos trazem a vontade de encontrar alguém,
para compartilhar o que temos de modo mais valioso: A VIDA.

Lindo... lindo... lindo...

J.R disse...

Perdoe-me pelo sumiço!

ó... Voltei ta?

Não deixarei o café esfriar mais!


Até!

J.R disse...

Você percebeu que nossos textos se complementam?

Eu pedindo pra ela subir e você pedindo a ele que sente ao seu lado. Muito bom isso.


Adorei suas palavras, confesso que me emocionei com seu comentário.


Brigado!

A.S. disse...

Já sentei! Uma delicia, o aroma inconfundivel do café, o brilho dos teus olhos, o sorriso doce... e a tua simpatia!


Beijos
AL

*** Cris *** disse...

Eu querooooooooooo.

Felipe A. Carriço disse...

Cheirinho de romance no ar. Quantas cadeiras foram postas à mesa?

Luciana Horta disse...

Angélica,

Adorei muito este texto. É de sua autoria?
Gostaria de pedir que me deixasse levá-lo para o meu blog, com os créditos devidos. Você me permite?
Você escreveu tudo o que sinto e que quero dizer!

Aguardo sua autorização ok?

Abração da Luciana (Catadora de Palavras)

Mariah disse...

muitas vezes preferi tomar meu café sozinha...e pensar com meus botões!

Postar um comentário

"Se tudo passa, talvez você passe por aqui..."